Promover a Saúde Pública

segunda-feira, abril 11

ALUCINAÇÕES



O que são alucinações?

Fala-se de alucinações quando uma pessoa experimenta uma percepção em ausência de estímulo sensorial correspondente. Podem tratar-se de alucinações visuais (quando se vê qualquer coisa que não existe), auditivas (quando se ouvem rumores ou sons imaginários), tácteis (sensação de serem tocados) ou olfactivas (odores inexistentes).

Quais são as causas das alucinações?

As alucinações são sintoma de uma perturbação psicótica e muitas vezes são acompanhadas por perturbações do pensamento. O indivíduo já não consegue distinguir entre a realidade externa e a própria realidade inferior.
As alucinações podem ser causadas por:

  • Esquizofrenia;
  • Tumores cerebrais;
  • Consumo de drogas;
  • Consumo de álcool;
  • Consumo de estupefacientes;
  • Desidratação grave;
  • Extremo cansaço;
  • Privação sensorial.


    Sintomas

  • Ouvir vozes que dão ordens ou fazem comentários;
  • Sensação de ser tocado por dedos invisíveis;
  • Falar com pessoas ausentes;
  • Raciocínio desconexo.


    Quando consultar o médico?

    É necessário consultar o médico logo que surjam as alucinações. A atitude negativa, a indiferença ou a troça do ambiente assistente podem, tão somente, atrasar o diagnóstico e, consequentemente, a terapia.

    O que faz o médico?

    Depois de ter ouvido a descrição dos sintomas, procede aos exames que podem permitir-lhe detectar as causas:
  • TAC e outros exames referentes ao cérebro, se pensar existir um tumor cerebral;
  • Centros de tratamento especializados se o paciente é toxicodependente ou alcoólico;
  • Doses dos medicamentos devem ser modificadas se as alucinações são causadas por estes;
  • Terapia individual, familiar ou de grupo dentro de um centro psiquiátrico especializado, no caso de problemas de ordem psicológica.

    Como é que se desenvolvem as alucinações?

    Para algumas pessoas trata-se de uma experiência isolada. Outras são vítimas de alucinações de maneira regular, apesar de conseguirem, entre as crises, conduzir uma existência normal. As ligadas ao alcoolismo ou à toxicodependência desaparecem, em princípio, após a desintoxicação.

    As alucinações são perigosas?

    Não são perigosas em por si mesmas, mas podem induzir o indivíduo a comportar-se de maneira perigosa. Trata-se de um sintoma grave que devem ser objecto de uma terapêutica imediata.

    Como evitar as alucinações?

  • Evitar o consumo de álcool e de substâncias estupefacientes.
  • Informar-se, junto do seu médico ou do farmacêutico, em relação aos eventuais efeitos colaterais sobre as faculdades mentais dos medicamentos que se devem tomar.
  • Evitar comer cogumelos selvagens se o seu consumo não é absolutamente seguro.

    In: Guia Familiar de Saúde