Promover a Saúde Pública

sexta-feira, abril 1

ÁLCOOL COM RECEITA MÉDICA?



Parte da evidência sobre o benefício de beber moderadamente advém de questões postas às pessoas sobre hábitos de consumo analisados durante vários anos. Estes estudos mostram que as pessoas que bebem quantidades moderadas de álcool têm menos problemas de saúde que os abstémios ou os grandes bebedores. Porém, o álcool poderá não ser o único factor. Os bebedores moderados podem, por exemplo, ter uma alimentação mais cuidada ou fazer exercício. Estudos sobre doenças relacionadas com o álcool, como a cirrose, estabeleceram uma ligação com a quantidade de álcool consumida pela população em geral. É por isso que os médicos não prescrevem álcool aos abstémios, mas é inofensivo continuar a beber com moderação se já o faz.

In: Peixoto, António; Coração e Sistema Vascular- O seu corpo, a sua saúde, Pág. 58