Promover a Saúde Pública

quinta-feira, agosto 18

5 PERGUNTAS BÁSICAS SOBRE A SIDA



A palavra anda de boca em boca, mas, sabe-se, na realidade, o que é a SIDA?
A SIDA ou síndroma da imunodeficiência adquirida, é provocada por um vírus chamado VIH, ou vírus da imunodeficiência humana. Este vírus ataca o sistema imunitário responsável pela defesa do organismo humano contra todo o tipo de micróbios que o agridem. Destruindo as defesas imunitárias, o VIH diminui a resistência às doenças infecciosas e abre a porta a certos tipos de cancro que provocam a morte.

Como é que o VIH se transmite?
O VIH transmite-se de três formas:
  • Através das relações sexuais sem protecção (sem preservativo) com penetração anal, vaginal ou oral.
  • Por via sanguínea no momento de contactos acidentais com sangue infectado ou quando os objectos (seringas, agulhas, instrumentos cortantes) contaminados e não esterilizados são utilizados par injecção de drogas ou de esteróides, para fazer tatuagens, para furar orelhas ou outras partes do corpo.
  • Através da mãe infectada ao seu filho durante a gravidez, no momento do parto ou durante a amamentação.

As pessoas com VIH podem transmitir a doença?
Sim, as pessoas seropositivas, ou seja os portadores do VIH, apresentem ou não sintomas visíveis da doença, são susceptíveis de transmitir o vírus.De facto, o vírus tem um longo período de incubação no organismo humano (hoje em dia estima-se que pode ir até aos dez anos ou mais). Isso significa que, durante esse período, as pessoas podem ter contraído o vírus e estar de boa saúde. Arriscam-se entretanto a apanhar SIDA e a ser atingidos por doenças graves. Todas as pessoas infectadas pelo VIH, estejam elas de boa ou má saúde, podem portanto, transmitir o vírus.

Sabe-se como é que o vírus se transmite?
Sabe-se que a maior parte das situações nas quais nos encontramos, não representam qualquer risco de transmissão do VIH.Assim, os contactos sociais correntes (apertar a mão a um colega, usar o mesmo telefone, acessórios de escritório ou de limpeza) não contribuem para a transmissão do VIH.Da mesma forma, o VIH não se pode transmitir nas piscinas, nas casas de banho, nos ginásios, no metro ou no autocarro. Também não existe qualquer perigo em dar sangue, beber água de uma fonte pública, mandar crianças para a escola ou tomar duche no vestiário do Centro Desportivo. Os animais domésticos e os mosquitos, não podem transmitir o vírus da SIDA.

O que é que se pode fazer para reduzir os riscos de transmissão do VIH?
É possível evitar a transmissão sexual do VIH. Os meios mais seguros são não ter relações sexuais com penetração ou ter apenas com um só parceiro que seja fiel e não infectado. De outra forma, para reduzir o risco de transmissão, é preciso limitar o número de parceiros sexuais e utilizar um preservativo de látex, desde o início até ao fim de qualquer relação sexual com penetração.Com qualquer novo parceiro, mesmo caso se julgue conhecê-lo(a) bem, é preciso ter relações sexuais protegidas com preservativo. É igualmente necessário evitar o álcool e as drogas que reduzem as capacidades de atenção e raciocínio podendo, assim, provocar "esquecimentos". Da mesma forma, as viagens ou saídas à noite são propícias aos contactos sexuais ocasionais e sem protecção. Portanto, é aconselhável trazer sempre um preservativo consigo quando puder vir a encontrar-se em situações desse tipo. Os preservativos não devem permanecer em locais inadequados ou expostos ao sol.Se injecta droga ou esteróides, se faz tatuagens, fura orelhas ou outras partes do corpo, não deve partilhar as seringas e agulhas usadas e sujas. É preciso utilizar seringas novas em cada utilização, e nunca partilhar o material par injecção. Se não puder utilizar uma seringa nova é importante desinfectá-la com lixívia e lavá-la com água.Os instrumentos para tatuagens e para furar orelhas ou outras partes do corpo também não podem ser partilhados e só devem ser reutilizados depois de serem esterilizados.

In: www.anf.pt, 2005

5 Comments:

  • Aqui vai um conselho, eu acho que vosses devem apostar mais imagens e contudo mais sérias, se assim o fizerem na minha opinião iram ter muitas mais pessoas a visitar-vos

    By Anonymous Anónimo, at 29/5/12 19:21  

  • Olha meus companheiros a Sida é uma realidade vamos nos proteger, também sou da opinião que devem inserir mais imagens para uma boa percebição. Vasco H. Paulino

    By Blogger Vasco Henriques Paulino, at 10/7/12 14:45  

  • Olhos e urina amarelados e a pele, saliva em excesso, mau cheiro na boca, muito sono e indisposição, inchaços na perna dificuldade pra dormi são sintomas de qual doença?

    By Anonymous Anónimo, at 30/10/15 20:38  

  • Olhos e urina amarelados e a pele, saliva em excesso, mau cheiro na boca, muito sono e indisposição, inchaços na perna dificuldade pra dormi são sintomas de qual doença?

    By Anonymous Anónimo, at 30/10/15 20:41  

  • Coloquei meus dedos na boca e senti um amargo muito forte, fiquei intrigada e pedi que minha filha encostasse meu dedo na boca dela e a mesma falou que estava muito amargo o que isso significa. Sendo que com alimentos meu paladar está normal.

    By Anonymous Anónimo, at 25/8/16 20:39  

Enviar um comentário

<< Home